Quem sou...

  • Nasci em Brasília (Brasil), num hospital que já foi hospício. Sou brasileira de nascença e coração, portuguesa por opção e muito coração;
  • Escrevo porque gosto mas, se existir pelo menos uma pessoa que gosta daquilo que escrevo, é óbvio que fico feliz.
  • Devo ter um nome para lá de complicado e afirmo-o com conhecimento de causa. Já me chamaram de Roxane, Eliana, Rosana, Rossana, Rosalina, Solange, Rosária, Rosário, Rosália, Los Angeles, Rosalenga, Rosilene, Rosangela (sem acento), Rosnadela, Rosa Gala...;
  • Casei duas vezes no espaço de 5 anos (com o mesmo Homem), em Foz Côa e na capital do Brasil;
  • Entrei na Catedral de Brasília vestida de noiva ao lado do Homem mais lindo do mundo;
  • Tentei escrever um livro mas não ultrapassei 50 páginas;
  • Chorei a morte de um animal como se não houvesse amanhã;
  • Presenciei uma autópsia e meia, no instituto de medicina legal de Brasília (aula de anatomia) e vi in loco entre outras coisas, a localização da hipófise;
  • Ajudei um desconhecido que estava a ter um ataque cardíaco ou coisa parecida, num Domingo de Páscoa em Estremoz;
  • Fui elegantemente elogiada em público, por um famoso chef de cozinha Jugoslavo;
  • Fui discriminada por ter nascido no Brasil;
  • Já me apaixonei sem ser correspondida;
  • Fiz uma tatuagem com dinheiro do lanche da escola que amealhei durante quase um ano;
  • Já fui mãe;
  • Fui atropelada em cima de uma passadeira de peões;
  • Já brinquei na chuva com os meus irmãos;
  • Já fui salva de um quase afogamento;
  • Já tive um chimpazé ao colo e sentei-me ao lado de um tigre;
  • Já fui vítima de Bullying;
  • Já fracturei a coluna sagrada;
  • Já fiz topless numa praia da Comporta e não achei piada nenhuma;
  • Já vivi verdadeiros momentos de desespero;
  • Já dei banho ao cão à Cadela;
  • Já plantei um árvore;
  • Já fui loira;
  • Já usei lentes de contacto verdes;
  • Já fiz promessas à Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora do Ar e ao Senhor dos Aflitos;
  • Já dei aulas de dança e de cozinha;
  • Já fui entrevistada pela Margarida Mercês de Melo;
  • Vi o Brad Pitt em Sintra e pensei que era um sósia... 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Uma mensagem por dia, é uma alegria!