29/12/2011

Natureza...mãe ou madrasta?

Lá fora o sol brilha! O calor que ele emana, consegue aquecer o suficiente para estranharmos, o bom tempo numa altura de inverno.
Na Coreia do Norte, a histeria colectiva pela morte do querido líder e, as notícias que eles transmitem de que, até a natureza está a chorar a perda do mesmo, faz-me pensar e muito, em como deve ser a experiência de viver completamente isolado do resto do mundo. Para mim, é impensável!
Seguindo o raciocínio ridículo, de que a natureza pode participar, nos momentos de lamentos ou de regozijo, gostaria que alguém me explicasse, porque brilha o sol lá fora? Estamos a viver um momento de quase desespero nacional e, na minha opinião, devíamos estar a viver um inverno mais do que rigoroso, um nevão como nunca antes experimentado. Ó natureza, o que é que se passa contigo pá? É uma benesse?

27/12/2011

Parabéns meu lindo!

Desde que estamos juntos, é habitual haver um bolo de anos para ti...este ano, é mais uma vela que se acende, para marcar de forma positiva o teu percurso de vida, a tua existência.
O caminho que estás percorrer, umas vezes sozinho, noutras acompanhado, é o teu caminho e, o argumento desta história, pertence apenas a ti, mesmo que tenhas optado, por ir incluindo outros personagens no enredo. Se não fosse assim viverias um monólogo.
As memorias que foste conquistando ao longo dos anos e, obviamente, a certeza de que algumas que foram armazenadas no teu coração, não são apenas momentos de felicidade e de alegria, serviram para te fazer sofrer, para te fazer pensar, para que pudesses crescer como ser humano e, sobretudo, para que pudesses lembrar, que é necessário ser forte para se conseguir dar à volta por cima…para seguir em frente.
Seria muito bom que na vida, tudo fosse mais fácil e que, os objectivos a que nos propomos alcançar, estivessem mesmos ali ao lado, a espera de que estendêssemos a nossa mão para os buscar e que, a felicidade, fosse um dado adquirido, contudo, ambos sabemos que não é assim que as coisas funcionam.
É fundamental chegar a esta idade e, perceber tudo o que se fez, porém, é tão ou mais importante, tentar estabelecer, tudo o que ainda é possível realizar...ainda é possível sonhar e tornar alguns destes sonhos, uma parte da nossa realidade.
Tenho dito muitas vezes que só vivemos uma vida e, por esta razão, não podemos pensar que teremos outra hipótese de sermos felizes. O momento, é agora!
Melhor do que qualquer pessoa, consigo ver o que te vai na alma pois, nesta tua caminhada, não estiveste sozinho...
Não faz parte do teu perfil gabar-te seja do que for porém, na minha modesta opinião, deves ter orgulho de tudo aquilo que foste alcançando ao longo da vida. Não tiveste cunhas ou padrinhos para alcançar teus objectivos...foste sempre fiel aos teus princípios. É certo que esta postura, nos permitiu que pudéssemos assistir de uma plateia distante, àqueles que ao nosso lado, passaram a acenar com a bandeira das facilidades e dos favoritismos.
És um homem humilde e amigo de quem merece a tua amizade. Tens um sentido de humor que alegra quem contigo tem o privilégio de privar e, como ser humano, cativas e envolves com a ternura necessária de quem efectivamente tem, um fundo bom.
Dedico-te o meu post de hoje e nele, espero conseguir espelhar o profundo sentimento de amor, que tenho por ti.

P.S: I Love You

26/12/2011

Consoada da família Baptista

A preparação começou na sexta-feira! Por sorte...sim, porque foi uma sorte, tive a possibilidade de sair mais cedo do trabalho e, fui às compras das matérias-primas, para o nosso menu de Natal. Sem stress, com a calma necessária, consegui comprar tudo o que eu necessitava para dar início às lides gastronómicas.
Depois de colocar o capão de molho em água fria com limões e laranjas, fui com a minha cara-metade, comprar os restantes ingredientes.
Para um resto de antevéspera de festas, tive trabalho suficiente…o resto da noite foi passado em família, à volta de um filme, a tentar relaxar antes de um dia, que se avizinhava, cheio de afazeres.
Preparativos: Polvo assado
Preparativos: Pimentos baby recheados com queijo feta e cogumelos recheados com paté da Rô
Migas de Broa amarela com espargos, couve portuguesa e linguiça 
Capão recheado com miúdos e castanhas
Obviamente que o sábado, dia 24, foi passado na cozinha, local onde me sinto verdadeiramente bem. Felizmente as coisas estavam sob controlo e pude trabalhar com a ajuda de todos. O meu lindo, ajudou-me em tudo o que ia surgindo e, a tarefa de assar o capão, ficou sob a sua responsabilidade. As sobremesas, estiveram por conta da Daniela e, o protocolo de mesa, como não podia deixar de ser, foi tarefa que deixei sob a alçada da Carolina.
O bacalhau também fez parte do menu...estava escondidinho no forno para manter a temperatura.
O resultado de um dia de trabalho, regado à Esporão Reserva e ice tea de manga, está à vista…
Para o ano, haja saúde...estaremos de volta!

22/12/2011

Para alguém especial...

Desde que este espaço existe que eu tenho aproveitado para manifestar, pontualmente, o meu carinho por algumas pessoas que fizeram ou fazem parte da minha vida.

A pessoa a quem dedico o post de hoje, merece-o, há imenso tempo porém, tendo em consideração a importância que ela tem na minha vida e na vida da minha família, fui sempre ponderando, muito bem, a melhor forma e a melhor altura de o fazer.

esta mensagem é toda para ti…

O primeiro contacto entre nós aconteceu num momento bastante caricato e, desde então, a nossa amizade foi crescendo de uma maneira muito natural.
Às tantas, atrevo-me a constatar, que gosto tanto de ti como se fosses efectivamente mais um elemento da minha família e, é assim que te vejo, como alguém que mesmo não sendo do meu sangue, que faz parte de mim…todas as expressões de carinho que eu te puder oferecer são poucas para expressar o respeito, a admiração e tantos outros sentimentos de ternura que nutro diariamente por ti.

Ambas sabemos que, apesar de vivermos relativamente perto, não nos vemos com a frequência desejada no entanto, estas são as condicionantes das nossas vidas, diariamente tão atribuladas. O que importa é que quando os sentimentos são verdadeiros, não há longe nem distância.

És uma amiga sincera, compreensiva, boa conselheira e, preocupas-te verdadeiramente comigo, com a minha cara-metade e, com as meninas. No fundo, sinto que também fazermos parte de ti e isto dá-me uma profunda alegria .

Mesmo que me fosse dada a oportunidade de viver um século, julgo que seria praticamente impossível, conhecer uma pessoa igual a ti…és única em todos os sentidos. Gostava de ter o teu poder de encaixe e, de saber lidar, com algumas situações de cabeça mais fria mas, se isto acontecesse, eu já não seria a Rô que conheces.

Em resumo, acho que acabamos por ser um pouco o complemento, uma da outra…és calma, ponderada e divertida, na quantidade certa… eu, por outro lado, sou super stressada e preocupo-me em demasia com tudo e mais alguma coisa porém, complementamo-nos e entendemo-nos, com todo o respeito, desde sempre.

Muito mais havia para escrever sobre ti contudo, como a nossa amizade é um livro em que estamos constantemente a actualizar, vamos continuar a contribuir para o mesmo.


Conto contigo!

21/12/2011

Feliz Natal e um excelente 2012

Moscovo 2009
Sempre fui fiel e verdadeira a escrever mensagens de Natal. Enquanto muitas pessoas já optavam por fazê-lo, através da internet e mensagens de telemóvel, eu teimava em enviar as Boas Festas, em formato tradicional, através dos correios. Eram os meus sentimentos que viajavam dentro daqueles postais, escolhidos minuciosamente, para as casas de quem fazia parte da minha lista de distribuição. Depois de eu despachar dezenas de postais de Natal, ficava a imaginar o percurso dos mesmos, até chegar às mãos dos destinatários. Era uma autêntica magia!
Este ano, optei por escrever esta mensagem no meu blogue para partilhar com aqueles por quem nutro carinho, respeito e amor, um pouco daquilo que me vai na alma.
O meu Natal, este vai ser em família aliás, como sempre foi. Garanto que vou confeccionar com a minha cara-metade um menu dos deuses…não fosse a boa gastronomia, uma tradição na casa dos Baptistas!
Para todos os que me conhecem e, para aqueles, que simplesmente por carolice, costumam passar os olhos no meu blogue (mesmo sem serem seguidores assumidos), gostaria de desejar um Natal cheio de esperança, muita força, para que consigam manter a união necessária neste momento mais aflitivo que todos vivemos, saúde, que continua a ser uma dádiva enquanto temos, respeito, amor e compreensão! Se conseguirem tudo isto, a felicidade será um dado adquirido.
Happy family (dez-2009)

Just to say...

I love you.

19/12/2011

Christmas traditions at the Baptista's

Esta árvore já conta com 22 anos e faz parte da história da minha família. Ao longo dos anos foi sendo decorada com vários motivos e cores diferentes...foi resistindo graciosamente à passagem do tempo. 
Na verdade, tenho de confessar que lhe falta um ou outro galho, porém, decidimos há alguns meses atrás, que não iríamos desfazer dela por qualquer outra mais bonita ou moderna...esta é a nossa árvore e vai continuar assim até ao dia em que não sejamos, eu e a minha cara metade, a decidir.
Enquanto vivemos na Bélgica decidimos adquirir alguns elementos decorativos da Villeroy & Boch que como se pode confirmar, brindou a senhora árvore com toda a elegância que ela merece. A estrela, que eu habitualmente colocava no topo, era uma surpresa criativa feita por uma das minhas filhas...entretanto cresceram e... no star at this moment.
As figuras do presépio são peças do artesanato local da Beira Alta e foram adquiridas, há muitos anos atrás, nas feiras de Trancoso e da Mêda. No ano passado tivemos de repor a vaca, o burro e o menino Jesus...tudo isto por causa da minha gata que adorava fazer parte da árvore, do presépio, dos presentes...Miss you a lot Necas!

18/12/2011

A few years ago...the winter time

Russian style...
...in oberammergau (germany - 2009).

I love christmas spirit


If you can't find it inside of you...I'm really sorry to say that you are completely lost!

Made by me

Depois de passarem pelo grelhador, fogão ou forno, as minhas ideias criativas acabam sempre na mesa.

15/12/2011

Neste Natal

Peru...
...ou Cabrito?
Na dúvida, que tal os dois?

10/12/2011

Viva Espanha...na casa da Rô

De vez em quando viajamos pela gastronomia do mundo e confecionamos um ou outro prato a título de experiência. Não esquecemos é lema de que cá em casa, come-se melhor do que em qualquer outro sítio. Esta unanimidade de opiniões, que tantas vezes oiço, faz-me sentir uma pessoa muito realizada.

No âmbito do conceito da cozinha da Rô (sim porque eu tenho o meu próprio conceito) os pratos devem ser sempre saborosos, saudáveis e com uma apresentação digna de um restaurante. Deve-se estudar, conhecer e plantar algumas ervas aromáticas fundamentais e utilizá-las sempre em detrimento do sal. As especiarias também têm um lugar especial em muitas das minhas confecções culinárias.
Do almoço de hoje, só ficaram os registos fotográficos…e a nossa memória gustativa de que a paella estava mesmo muito boa!

06/12/2011

Sinterklaas

Hoje é o famoso dia de Saint Nicolas apesar do cortejo ter tido lugar no passado fim-de-semana, na Grand Place de Bruxelas.
Adorava a chuva de rebuçados que eram atirados à multidão...dois truques:
Guarda-chuva virado ao contrário ou então, wrestling!

A idade conta...depende

O nosso corpo e os nossos traços faciais mudam com o passar dos anos. Temos de estar preparados para viver cada fase da nossa vida de uma maneira positiva e, neste contexto, acaba por ser fundamental estarmos de bem com a nossa própria aparência.
Sem recorrer as famosas cirurgias plásticas que já são uma moda constante de uma sociedade até certo ponto fútil, existem alguns truques que temos de utilizar para que seja possível atenuar, de uma forma não invasiva, o inevitável envelhecimento.
Confesso que nunca tive problemas em ver os anos passar e assumo de forma muito clara os anos que já conto no entanto, gosto de me sentir bem com a minha aparência e procuro estar bem com o meu estilo de vida.
Desde logo, uma alimentação saudável ajuda imenso e tenho sorte em ter um metabolismo próprio que me permite sem grandes exageros, poder brincar com a minha criatividade gastronómica e agradar a toda a minha família através das iguarias que confeciono.
A atividade física é outro fator fundamental para que estejamos bem. Isto não significa que tenhamos de entrar num ginásio e suar a camisola para concretizarmos esta questão. Fazer caminhadas ajuda a oxigenação das células e dá energias extras.
A correta hidratação diária do corpo e do rosto é outro fator a ter em atenção pois a nossa pele é o maior órgão que possuímos. Para quem já passou a barreira dos 40 escolher um bom creme para o rosto é essencial. É por esta fase da vida que as sardas (nos casos em que se aplica) começam a ficar mais evidentes e as manchas escuras também. Todo o cuidado é pouco para que a nossa pele possa ficar cheia de luminosidade e com um ar mais natural possível.
O custo inicial nestes produtos específicos podem assustar porém, acaba por ser um investimento com resultados bem visíveis.
Comecei o meu tratamento há um ano atrás com o neostrata ultra crema antiaging e já estou no patamar seguinte com a utilização do face cream plus, da mesma linha. As mudanças são evidentes e extremamente positivas.
Para otimizar o tratamento em termos de orçamento, optei por utilizar os produtos desta linha durante a noite tendo em consideração que tempo de contacto com o rosto acaba por ser mais prolongado e, não está sujeito, às agressões do dia-a-dia.
Para o dia vou começar a utilizar um creme especial da linha do boticário. 
Para o corpo a escolha é mais fácil e mais económica sobretudo para quem, como no meu caso, utiliza este tipo de hidratação corporal desde a adolescência.
É nas mãos onde se nota o passar dos anos de uma forma mais evidente do que em qualquer outro lado do corpo. Como não abdico das minhas lides gastronómicas e tenho a mania das mãos lavadas não há creme que resista a estas mãos de fada do lar. Paciência...é mesmo assim!
Por fim e apenas como uma nota não menos importante de tudo o que já foi falado, não apanho propositadamente sol há muitos anos e utilizo um protetor solar 50 durante a maior parte do ano. 

04/12/2011

Amanhã

Começo a idealizar as iguarias e guarnições que vou confeccionar para a consoada de Natal.

02/12/2011

E foi assim...

...depois de ter passado o feriado a convalescer, tive de ir trabalhar mesmo sabendo que não estava em condições para exercer as minhas funções na sua plenitude. Estar meia adoentada e com algum sofrimento fez-me pensar nas pessoas que estão doentes há anos, presas às camas de um qualquer hospital a sofrer horrores com dores crónicas, pessoas que estão dependentes de terceiros, muitas vezes desconhecidos, para conseguirem sobreviver à doença com alguma dignidade humana. Este pensamento deu-me força extra para levantar de manhã e investir todas as minhas energias directamente para o meu local de trabalho.
O dia foi cansativo sobretudo para quem está a recuperar mas nada comparado com o que eu ouvi quando regressei a casa...
 Fotos daqui
...a televisão estava ligada no programa Portugal em Directo mas nenhum membro da minha família estava propriamente a prestar atenção no programa em causa no entanto, quando a jornalista Dina Aguiar começou a falar acerca do resgate dos pescadores da embarcação Virgem do Sameiro as nossas atenções mudaram de sentido.
Foi muito emocionante ouvir que dois dias depois de terem sido dados como desaparecidos, os pescadores que estavam literalmente perdidos no mar,  tinham sobrevivido e estavam aparentemente bem.
Fiquei verdadeiramente feliz! Felizmente uma boa notícia para 6 famílias, muitos amigos e, um país em plena recessão, com necessidade de ouvir algo de verdadeiramente bom e sem meias verdades.
"...é preciso agradecer à Força Aérea Portuguesa" dizia um senhor de apelido Coentrão (deve ser familiar do futebolista), à porta do hospital de onde estavam a sair os pescadores, juntamente com os seus familiares mais próximos e, voltou a repetir o agradecimento, pelo menos mais uma vez.
Para além de imaginar a alegria que ia na alma de todos os elementos daquela tripulação quando avistaram balça, imagino como devem ter ficado os pescadores quando perceberam que o drama da vida deles tinha chegado ao fim.
É neste momentos que eu gostava de saber, onde andam os comentadores que costumam aparecer volta e meia na televisão a criticar os militares? Porquê não se dignam numa altura como esta a dizer  e, a apresentar soluções, melhores e mais eficazes? Se eles se acham tão inteligentes para opinar sobre as linhas orientadoras da defesa de Portugal, seria interessante saber o que pensam sobre este tipo de missões. Estes militares que ainda estão no activo também sofreram cortes nos ordenados e, eu tenho a certeza, que eu iria ficar chocada se soubesse qual o salário mensal que recebe o militar Luís Silva - foi o primeiro tripulante a falar com um dos pescadores - que de t-shirt azul mandou-se naquele mar (imagino gelado) e cumpriu a sua parte, na missão conjunta de toda a tripulação.
Parabéns!


21/11/2011

É inevitável...

...que sendo a felicidade algo que transmite boas energias, que eu procure nas minhas memórias (de curto, médio ou longo prazo) lembranças de todos os momentos, pessoas, aromas e sabores que de alguma forma conseguiram contribuir para que eu me sentisse verdadeiramente feliz!
SHAPE/Dezembro 2009 (os melhores dias eram aqueles em que a neve caía sem pedir licença).
Este era o meu quintal no meio da floresta.
A casa da branca de neve (eu claro!). Olha o fumo a sair da chaminé!
Quando Necas ainda era viva e gostava de se aquecer junto (muitas vezes quase dentro) da lareira. 

16/11/2011

Cozinhas de sonho...

Esta versão de uma cozinha funcional parece-me perfeita no entanto, eu prefiro o lava-loiça numa bancada por trás da zona de confecção onde, na minha opinião, ficaria muito bem uma bancada de apoio. Em termos de movimentação seria prático e, em termos de organização, a harmonia seria mais interessante com zonas preparação e confecção próximas uma da outra mas separadas fisicamente.
Gosto deste modelo mas aproveitaria melhor o espaço de janela para alguma arrumação que faz sempre falta nestes ambientes.
É pena não conseguir ver o restante espaço...a harmonia do conjunto é fundamental.
Muito bonita e com um look clean.

Perfeita!
Mudava o espaço de confecção com o espaço de lavagem de loiça...
Outro modelo perfeito onde o acesso à zona de sala de estar foi facilitado.
É pena a janela estar com o painel corrido. Se a paisagem der para um jardim, está perfeito!
Mais que perfeita em termos de disposição dos equipamentos....só alterava a cor.